Logo - Shift

HISTÓRIAS TRANSFORMADORAS

Levi de Souza - poeta e empreendedor





Levi de Souza, batizado nas ruas como FUZZIL, morador do bairro parque Fernanda distrito de capão redondo, são Paulo, zona sul. 28 anos, mora com minha esposa Marilene Raquel. Alfabetizado aos 17 anos de idade pela a irmã mais velha "Eliane Carvalho", a escola nunca o atraiu, sempre foi apaixonado pelas ruas. Formou-se no supletivo, hoje conhecido como (EJA). Na escola acabou se envolvendo com a literatura, participando de um concurso "Desperte o poeta", dai em diante não parou mais de escrever poesias. Cursou um ano de letras na faculdade UNIBAN, teve que trancar a matricula por motivo financeiro. Tem três (3) livros de poesias publicados e um CD musical. "Um presente para o gueto, 2007 / " Caturra" 2010 / Céu de Agosto, 2013 / CD De Rolê, 2014. Fez oficina de poesias com crianças e adolescentes na fundação cafu e A.E.B (Associação Evangélica Beneficente). Organizador do Sarau de poesia no jardim Santo Eduardo, sp. "SARAU MAGOMA", que tem como objetivo estimular músicos e poetas da região, tem participação em várias antologias poéticas e atua nas comunidades fazendo palestras com os jovens. Dirigiu o documentário: Valo Velho Direto, que conta a história de uma extinta linha de ônibus que ligava a periferia ao centro da cidade. Levi, sempre atuou no social fazendo encontros de skatistas no bairro onde mora, também teve seu livro indicado ao premio Hutuz no Rio de Janeiro, 2007. Na categoria Ciência e conhecimento. Em 2008, criou a marca de roupa “Deeanto” que trabalha com a temática afro. Em 2015 pretende lançar mais um livro, dessa vez de contos e crônicas. Levi é um verdadeiro guerreiro nato, como diz na poesia que se segue, o vulgo. O VULGO Muitas pessoas me perguntam/ O porquê do apelido/ Uns acham engraçado/ Outros acham esquisito./ Na verdade esse vulgo/ Vem da minha infância/ Vem do preconceito/ De pessoas ignorantes./ Já fui muito criticado/ Também discriminado/ Hoje aclamado/ Pelo trabalho que faço./ Sempre de cabeça erguida/ Passando por cima de obstáculos/ Posso dizer que sou um vencedor/ Um verdadeiro guerreiro nato./ O que passou, passou/ Hoje é outra fita./ O Fuzzil aqui não mata,/ Declama poesia. (FUZZIL, 2010) 

Assista ao video aqui



Voltar

SHIFT: FUNDADORES

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE OS FUNDADORES SHIFT.

Creative Commons License



Shift by Portal de Conteúdo is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Brazil License