Logo - Shift

Cidades Inovadoras

Projeções apontam para a urbanização crescente do Planeta. A  multiplicação das grandes cidades está se concentrando nas regiões pobres num cenário radicalmente diferente de 50 anos atrás, quando apenas 100 aglomerações urbanas tinham mais de um milhão de habitantes, e a maioria delas localizava-se em países ricos. Diante desse fenômeno “neourbano”, nossos radares estão captando movimentos de profunda reinvenção da urbanidade e levando a uma reinvenção da vida nas cidades. Conheça aqui alguns desses movimentos e iniciativas.



Macrotransições | Construindo cidades do futuro no presente - por Jane Wakefield

Em todo o mundo novas cidades estão sendo construídas, enquanto aquelas nas quais vivemos durante séculos estão sendo aprimoradas para o futuro

Isso se deve em parte a uma reação ao excesso de população e de poluição, e também porque em um mundo cada vez mais conectado, faz mais sentido conectar cidades inteiras até a rede.

Uma cidade mais inteligente pode significar aquela que usa dados sobre o tráfego para aliviar o congestionamento ou uma que tem o objetivo de reunir serviços para fornecer melhor informação aos cidadãos. Para muitos, significa construir cidades mais ecológicas e mais eficientes.

Empresas de tecnologia, como IBM e Cisco enxergam cidades inteligentes como uma grande oportunidade de negócios, mas, ao lado de projetos sendo aclamados por empresas de tecnologia, são os projetos mais “pé no chão” que visam capacitar os cidadãos e permitir-lhes dizer algo sobre a forma como a cidade vai parecer. por Jane Wakefield (BBC internacional)

Leia mais(em inglês)

Cidades Inovadoras | Evite, Mude, Melhore

Os três passos que qualquer metrópole pode adotar para uma melhor estratégia de mobilidade urbana 

Quando a primeira linha rápida de ônibus da Cidade do México (BRT, ou Bus Rapid Transit) foi planejada há uma década, o Metrobús mexicano era um dos primeiros projetos de transporte sustentável a seguir o que, desde então, se tornou uma fórmula de sucesso: o mantra "evite, mude, melhore" – em inglês avoid, shift, improve. Ao adotar a Avenida de los Insurgentes – a mais longa e movimentada da Cidade do México – como seu primeiro corredor, a cidade tinha a garantia de que o crescimento ao longo da rota seria denso e de uso misto (gente que vai até esquina ou que atravessa a cidade acaba passando por ali). por GE Look ahead (The Economist)

Leia mais(em inglês)

Cidades Inovadoras | Projeto Cidades Comestíveis

Cidades Comestíveis é um projeto de cidade que visa estimular uma rede colaborativa de compartilhamento de recursos, conhecimentos e trabalho entre pessoas interessadas em cultivar hortas comunitárias e caseiras. No mapa, é possível indicar e encontrar terrenos ociosos e pessoas interessadas em trabalhar, buscando incentivar e facilitar o processo de criação e manutenção de hortas comunitárias. Cidadãos e cidadãs interessados em iniciar uma horta comunitária pela cidade, a hora é agora!

Leia mais(em português)


Cidades Inovadoras | Grafiteiros pintam comunidade inteira no México e violência na região diminui

A organização Germen Crew em parceria com o governo do Mexico, revitalizou a comunidade de Las Palmitas inteira apenas com o uso da arte do grafiti, na cidade de Pachuca. O objetivo era tirar a imagem negativa do bairro, e para isso, artistas pintaram 209 casas, ou vinte mil metros quadrados de fachadas por 14 meses.

A obra é uma homenagem ao vento, já que o apelido da cidade é “La Bella Airosa”, uma frase espanhola que significa “a cidade de belos ventos”.

“Cada cor representa a alma do bairro. Tem sido um esforço de toda comunidade, cada família tem participado de alguma forma“, disse o diretor do projeto, Enrique “Mybe” Gomez, para o jornal The Guardian. por redação RPA

Leia mais(em português)


Macrotransições | 10 cidades que estão reinventando a relação com os seus rios

Com a avanço da tecnologia e da infraestrutura, os rios tornaram-se cada vez menos importantes e mais esquecidos. Nós olhamos para 10 cidades que estão se reconectando com os seus rios.

Estamos vivendo em uma época em que, pela primeira vez desde a revolução industrial, estamos testemunhando uma mudança completa na forma em a relação entre a cidade e a natureza é representada em nossas cidades. Arquitetos, urbanistas, paisagistas, artistas, políticos e a sociedade estão se unindo para encontrar formas de reintegrar a natureza nas cidades através de seus rios muitas vezes esquecidos.

Alguns estão afastando a infraestrutura ou redescobrindo patrimônios industriais de regiões ribeirinhas abandonadas para reintroduzir a natureza e aumentar a qualidade de vida das zonas circunvizinhas. Outros estão enfrentando essa questão de uma forma completamente nova - pensando em uma relação resiliente no futuro com seus rios devido ao impacto atual da mudança climática. por Yuliya Georgieva (portal Landscape Architects Network) 

Leia mais(em inglês)



SHIFT: FUNDADORES

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE OS FUNDADORES SHIFT.

Creative Commons License



Shift by Portal de Conteúdo is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Brazil License