Logo - Shift

Macrotransicões

5 últimas notícias

Renascimento Tecnológico | A impressora de comida 3D será tão comum como o microondas?

Lynette Kucsma quer vender a versão do microondas do século 21.

"Foodini" - uma máquina automatizada que cria refeições caseiras mais rápido e de forma mais eficiente do que as mãos humanas é o primeiro produto da Natural Machines, empresa de Kucsma.

A empresa está comercializando a Foodini como uma impressora de comida 3D. Esse tipo de marca futurista pode assustar os consumidores pelo conceito extremamente inovador. No entanto, Kucsma não está preocupada. por Matt MacCue (revista Fortune)

Leia mais(em inglês)


Entrevistas | Michael Pollan e a consciência por trás do garfo

Ele é um ativista militante, com discurso afiado sobre como é necessário pensar um sistema alimentar alternativo ao que hoje se impõe no mundo todo, dominado por grandes empresas e indústrias do alimento processado. Trata-se de um discussão relevante, sem dúvida. Mas que à primeira vista poderia soar árida, irritante, tipo papo de ecochato. Não é o caso: a prosa de Michael Pollan flui fácil e as implicações políticas e sistêmicas do ato de comer, que são o pano de fundo de sua argumentação, surgem com naturalidade no último livro do jornalista e professor da Universidade de Berkeley, na Califórnia. por Jose Orenstein (revista Paladar - jornal Estadão)

Leia mais(em português)


Agentes Transformadores | Ernst Götsch, o brasileiro da agrofloresta que o Brasil desconhece

Quando vi, por acaso, o belíssimo documentário Neste chão tudo dá, ou sua versão reduzida, realizado por Felipe Pasini, Ilana Nina e Monica Soffiatti, fiquei impressionado não só com a simplicidade genial do vídeo, mas principalmente por não entender porque o Brasil, todo o Brasil, não conhece esse trabalho espantoso sobre solos ruins e degradados.

O documentário é de 2008. Sim, já são 7 anos. No Google não há notícias sobre Götsch na grande mídia brasileira, nunca foi convidado para o Roda Viva, óbvio…

Ernst Götsch, claro, com esse nome não é brasileiro de nascimento, mas suíço. Ele chegou ao Brasil em 1982 e desde 1984 vive em uma fazenda no sul da Bahia.Mas seu trabalho o faz um grande brasileiro desconhecido fora de sua área de atuação. por Carta Campinas

Leia mais(em português)


Entrevistas | As cidades tratam a água da chuva como lixo - Tim Duggan

O arquiteto da ONG Make it Right, dedicada a projetos ambientais, diz que as cidades têm de consumir água de chuva e não depender de represas

São Paulo enfrentou transtornos contraditórios no início do mês. Cidades como Itu sofreram, ao mesmo tempo, alagamento por causa das chuvas fortes e seca nas torneiras devido ao baixo nível nas represas que abastecem o Estado. No modelo atual das cidades, drenamos para longe a água da chuva, que chega a todas as casas, grátis e com razoável qualidade. E trazemos de longe, a alto custo, água de reservatórios, filtrada e bombeada por dezenas de quilômetros. “O consumo de água nas grandes cidades segue um padrão de 100 anos atrás, insustentável nas próximas décadas”, afirma Tim Duggan, arquiteto da ONG Make it Right. por Marcelo Moura (revista Época)

Leia mais(em português)


Estudos/Pesquisas | Guia de Sustentabilidade Empresarial: Criando um Futuro Sustentável

A publicação Guia de Sustentabilidade Empresarial: Criando um Futuro Sustentável (Pacto Global da ONU) apresenta as cinco principais características que definem a sustentabilidade empresarial e mostra as contribuições práticas da maior iniciativa voluntária para a responsabilidade corporativa. Para ser sustentável, segundo o Guia, as empresas devem seguir cinco passos. O primeiro, negócios baseados em princípios. Para qualquer empresa, a sustentabilidade começa com a integridade, com operações que respeitam as responsabilidades fundamentais nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. (portal EcoDesenvolvimento)

Download(em inglês)



SHIFT: FUNDADORES

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE OS FUNDADORES SHIFT.

Creative Commons License



Shift by Portal de Conteúdo is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Brazil License